Coloco-me à disposição! Ou me coloco?


"Ouça-me" ou "Me ouça"? "Disseram-me que vai chover" ou "Me disseram que vai chover"? Às vezes, pinta uma dúvida sobre onde colocar os pronomes átonos em relação aos verbos, não é verdade?


A gramática nos ensina que essa relação pronome átono x verbos tem três formas de acontecer: próclise, quando o pronome vem antes do verbo; mesóclise, quando o pronome fica no meio do verbo; e ênclise, quando o pronome aparece depois do verbo.


Considere a próclise como prioridade, mas é preciso analisar cada situação para checar se não cabe a ênclise. A mesóclise, raramente utilizada, somente se aplica com verbos no futuro do presente e no futuro do pretérito


Há muitas palavras que atraem o pronome para antes do verbo, caracterizando a próclise. Entre elas, estão as que expressam negação, como “não, ninguém, nunca”. "Nunca o vi tão bravo quanto ontem". Também estão os pronomes relativos (que, quem, quando), indefinidos (alguém, ninguém, tudo) e demonstrativos (este, esse, isto). "Aquilo me chamou a atenção".


Advérbios ou locuções adverbiais (de tempo, lugar, modo, intensidade, afirmação, negação e dúvida) também chamam a próclise. "Hoje me lembraram de que não haverá aula". "Muito me espanta encontrar o João aqui". Orações que expressam desejo ("Oxalá me mandem um dinheiro") e conjunções subordinativas (embora, conforme) igualmente pedem próclise.


Mais um caso de próclise: orações iniciadas com palavras interrogativas, como "quando" e "quem", por exemplo. "Quando te falaram que não viriam?".


A mesóclise, como já dito, apenas ocorre com verbos do futuro do presente ou do futuro do pretérito, e ainda assim só se não houver palavras que atraiam a próclise. "Convidar-te-ia se pudesse". "Convidar-te-ei se estiver na cidade".


A ênclise aparece quando há verbos no imperativo afirmativo. "Corrijam-se enquanto há tempo". Depois de verbos no infinitivo impessoal. "Sua maior vontade era casar-se". Quando o verbo inicia a oração. "Contei-lhe meu maior segredo".


É preciso também cuidado na colocação pronominal em locuções verbais, ou seja, quando há mais que um verbo. Mas isso fica para uma outra dica.

Copyright 2023 . Todos os direitos reservados

Presscom Comunicação - Limeira/SP

Criado por Presscom