Amigo, me traz um filé com crase, por favor!


Eu poderia cair na tentação fácil de dizer que esta é uma “dúvida saborosa”, mas vou resistir ao infame trocadilho. Ou será que já o fiz? Bom, gracinhas à parte, vamos lá. Muito comum que os cardápios tragam delícias como filé à milanesa e bife a cavalo. E aí fica a dúvida: por que um tem crase e o outro não?


Neste caso, o importante é notar uma expressão que não aparece no nome do prato, mas que está subentendida. Trata-se de “à moda” ou “à maneira de”. Assim fica fácil. Um filé à milanesa, por exemplo, é feito, teoricamente, da maneira como se faz em Milão ou à moda de Milão. Portanto, leva crase.


Já para o bife a cavalo, essa regra não pode ser aplicada. Ora, não existe um bife servido à maneira que o cavalo faria, até porque esse adorável equino preserva o bom hábito de ser vegetariano (um dia eu chego lá). Na verdade, para mim, quem vai a cavalo é o ovo, mas...


Essa regra vale igualmente para outro prato muito popular, o frango a passarinho. Também não tem crase, porque não haveria como fazer um frango à maneira que o passarinho faria. Passarinhos não preparam frangos, até onde sei, pelo menos. Neste caso, o frango é cortado em pedaços pequenos, que lembram os de um passarinho.


Interessante observar que, nos nomes dos pratos, a crase parece dar uma enganadinha na regra que diz que ela nunca aparece antes de palavras masculinas. Bacalhau à Gomes de Sá leva crase. Ué, mas Gomes não é, ou era, cabra-macho? Acredito que sim, mas antes do “Gomes” está lá escondidinha a expressão “à maneira de”. Ou seja, o bacalhau é preparado do jeitinho que o Gomes fazia. Ou pelo menos deveria ser.


Digamos que o dono do boteco que você frequenta se chama João Luís e inventa um sanduba tão bom que acaba viralizando em todo o bairro. A partir de então, todos farão um sanduba à João Luís, ou seja, da maneira que o João bolou. Sempre bom dar o crédito ao autor.


Tem um filé clássico que é oferecido à Oswaldo Aranha, homenagem a um diplomata brasileiro. Nem é que o distinto senhor fizesse o prato, mas gostava tanto que teve a honra de ter seu nome ligado a ele. O filé à moda que o Oswaldo Aranha gostava.


Outros pratos que você pode escrever com crase sem medo de errar: filé à francesa, tutu à mineira, churrasco à gaúcha, arroz à grega. Deu fome?

Copyright 2023 . Todos os direitos reservados

Presscom Comunicação - Limeira/SP

Criado por Presscom