Pode ser um só, mas é plural. Hein?


Já ouviu falar de “pluralia tantum”? É uma expressão em latim que, para resumir, classifica substantivos usados no plural mesmo quando denotam apenas uma unidade. Em alguma época, eles até tiveram uma forma no singular, mas isso caiu tanto em desuso que deixou de existir. Usamos muitas dessas palavras no nosso dia a dia, mas raramente paramos para pensar nisso, não é verdade?

Por exemplo, nas nossas relações pessoais, oferecemos nossos parabéns, nossos pêsames ou nossas condolências. Comemoramos as núpcias e as bodas. Esperamos ansiosamente nossas férias, mas queremos ficar bem longe das algemas. Se exagerarmos nos picles, teremos problemas com as hemorroidas? Talvez precisemos de um exame de fezes, cujos resultado teremos que ler com nossos óculos. Assim como a bula do remédio para dor nas costas.

Portanto, ao usar um desses substantivos, lembre-se sempre que eles precisam concordar com o artigo (as costas, os óculos, as algemas), com os adjetivos (picles gostosos, núpcias felizes, férias divertidas) e por aí vai.

Não confunda, porém, com palavras que, mesmo que terminadas em “s”, podem ser empregadas tanto no singular quanto no plural, como tênis e ônibus. Você pode comprar um tênis ou dois tênis e ir ao trabalho pegando um ônibus ou dois ônibus. Como é charmosa nossa língua portuguesa, não?

Copyright 2023 . Todos os direitos reservados

Presscom Comunicação - Limeira/SP

Criado por Presscom