Copyright 2023 . Todos os direitos reservados

Presscom Comunicação - Limeira/SP

Criado por Presscom

Quem sabe em casa a Rússia finalmente passa da 1ª fase?

SÉRIE COPA É CULTURA – CAPÍTULO 7

 

 

 

Pela primeira vez como anfitriã, a Rússia espera, enfim, fazer um bom papel numa Copa do Mundo. Afinal, os russos foram eliminados na 1ª fase nos três Mundiais que disputaram, em 1994, 2002 e 2014. Eles inclusive já cruzaram com o Brasil numa Copa, a de 94, nos EUA. Nesse primeiro confronto da história entre as duas seleções, disputado em São Francisco, os brasileiros venceram por 2 a 0.

 

A Rússia enfrentou a seleção canarinho em outros cinco jogos, todos amistosos. Perdeu três e empatou dois, sem jamais ter vencido o duelo. A mais recente partida entre os dois países aconteceu no dia 23 de março, no Estádio Lujniki, em Moscou, com placar de 3 a 0 para o Brasil. Na verdade, desde o fim do comunismo, os russos nunca conseguiram ter os mesmos resultados da antiga URSS no futebol.

 

Em 1992, foi criada uma equipe da CEI (Comunidade dos Estados Independentes) apenas para disputar a Eurocopa daquele ano, herdando a vaga conquistada pela seleção da URSS, extinta juntamente com o país no ano anterior. Desde então, a Rússia voltou a caminhar com as próprias pernas. Agora, em casa, vai ter que provar que tem futebol que faça jus ao seu território, de mais de 17 milhões de quilômetros quadrados. É a maior área do planeta, suficiente para ocupar mais de um nono do espaço terrestre.

 

Com seus 142 milhões de habitantes, a Rússia é o nono país mais populoso do mundo. População que vem se acostumando a não morar mais numa superpotência, como foi a URSS, ou União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, quando estendia sua influência a pelo menos metade do globo. A URSS durou de 1922 a 1991, quando a crise econômica, aliada à turbulência política, implodiu o bloco de países.

 

Em junho de 1991, a Rússia elegia Boris Yeltsin como presidente, na primeira eleição direta para esse cargo já realizada por seu povo. Acostumados a muitas reviravoltas em sua história, agora os russos querem mudar sua trajetória também no futebol. E isso passa por, pela primeira vez, avançar da fase de grupos. Para tanto, terá que ficar em 1º ou 2º lugar no Grupo A.

 

A jornada começa no jogo de abertura da Copa, contra a Arábia Saudita, em 14 de junho. No dia 19, os russos pegam o Egito, e, no dia 25, o Uruguai. Convenhamos, não é tarefa tão difícil assim.

LEIA TAMBÉM

 

CAPÍTULO 6: Suécia, uma velha adversária. E uma velha freguesa...

 

CAPÍTULO 5: Quase deu para os hermanos em 2014. Quem sabe na Rússia...

 

CAPÍTULO 4:Depois dos 7 a 1, Alemanha também quer ser pentacampeã

Please reload